Ecologia e Meio Ambiente | 11/01/2018 - 10:01

11 de janeiro - Dia do Controle da Poluição por Agrotóxicos

Foto: Pixabay

Autor: Da Redação


Hoje, 11 de janeiro, é marcado pelo Dia do Controle da Poluição por Agrotóxicos. Estas substâncias, também conhecidas como defensivos agrícolas, são utilizadas nas lavouras do mundo todo como herbicidas e pesticidas dentro do método de cultivo cunhado de ‘tradicional’.

No entanto, por se tratarem de substâncias químicas altamente tóxicas, muitas vezes as fórmulas desses venenos são nocivas à saúde humana e também ao meio ambiente. É por isso, que surgem movimentos como o da agricultura orgânica que defendem o cultivo de frutas, legumes e verduras com zero aplicação de componentes químicos.

Em diversos estudos realizados pelo globo, foi constado que agrotóxicos estão relacionados com o surgimento de várias doenças, como câncer, problemas respiratórios e neurológicos, entre outros.

Para piorar a situação, o Brasil é considerado o país que mais utiliza agrotóxicos no mundo inteiro. São mais de 8 mil fórmulas de uso permitido por aqui. Sendo parte delas proibidas em dezenas de outros países da Europa e também pelos americanos.

>> Veja também: Brasil tem tolerância 5 mil vezes maior do que a Europa na aplicação de agrotóxicos

Dados da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (ABRASCO) estimam que cada brasileiro consome, em média, cinco litros de agrotóxico por ano.

Legislação

No Brasil, em todas as esferas, existem diversas tentativas de projetos de lei para diminuir a aplicação de agrotóxicos. Contudo, normalmente, eles esbarram em interesses de grandes corporações e não seguem adiante. Em Americana (SP), recentemente, a rejeição de um projeto de lei que proibiria pulverização de agrotóxicos gerou uma confusão.

Atualmente, na Câmara dos Deputados, tramita um projeto de lei (6670/2016) que institui a criação da Política Nacional de Redução de Agrotóxicos (PNARA).

Mas, afinal, como encontro uma comida 100% sem agrotóxicos?

Essa resposta é fácil: nos alimentos orgânicos. Na prática, os orgânicos significam produtos livres de agrotóxicos, não industrializados e cultivados a partir de uma agricultura artesanal e cuidadosa. No Brasil, há uma lei que regulamenta produtos orgânicos. Trata-se da Lei da Agricultura Orgânica (10.831/2003) que prevê a certificação e as normas que regem os orgânicos brasileiros. As certificadoras juntamente com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) fazem a fiscalização dos alimentos orgânicos.

Para saber se um produto é mesmo orgânico, basta verificar o selo federal de certificação (foto ao lado), de certificadoras licenciadas ou a declaração de cadastro.

Se você procura hortifrúti, existem milhares de feiras de alimentos orgânicos espalhadas pelo país. O GO! Guia de Orgânicos tem uma relação das principais aqui.

O GO! Guia de Orgânicos tem também um shopping virtual com dezenas de lojas que comercializam os mais variados produtos sempre dentro das categorias orgânicas, naturais e sustentáveis. Ou seja, sem qualquer processamento químico como agrotóxicos. Conheça nosso shopping!

Voltar