Comportamento | 08/01/2018 - 09:51

Está com dificuldade de manter uma alimentação saudável para as crianças? Não desista!

Foto: Pixabay

Autor: Da Redação / Com informações Universidade de Buffalo


Crianças que não estão nem aí para alimentos saudáveis e só pensam em guloseimas recheadas de açúcar e fast food (afinal a propaganda para o público infantil é intensa).. Essa situação é familiar para você? Pois bem, o melhor remédio contra esse problema é justamente a insistência. E quem diz isso são métodos científicos! Dietas variadas e a persistência em expor alimentos saudáveis às crianças, mesmo quando eles não gostam no início, é fundamental para a mudança de comportamento dos pequenos, de acordo com um estudo recém-publicado pela Universidade de Buffalo, nos Estados Unidos.

Os pesquisadores fizeram um compilado de recomendações baseados em dados coletados de mais de 40 estudos sobre como crianças desenvolvem preferências para alimentos saudáveis, especialmente vegetais e frutas. "Tudo começa com uma alimentação saudável durante a gravidez", ressalta Stephanie Anzman-Frasca, autora do estudo em entrevista ao portal da universidade. "Os sabores da dieta da mãe influenciam a criança no útero".

O mesmo vale após o nascimento, se a mãe amamentar, o bebê também fica exposto a sabores através do leite materno. Estes contatos iniciais familiarizam o bebê com sabores específicos, e preparam o caminho para a aceitação futura de alimentos saudáveis. Segundo a pesquisa, o segredo é a repetição em servir alimentos que você deseja que as crianças comam. Sem desistir!

Mesmo após a infância, expondo repetidamente as crianças a alimentos que rejeitaram anteriormente, podem ajudá-los a aceitar e gostar dos alimentos. "Este método de simplesmente repetir ​​tem uma sólida base de evidências por trás disso. Há muitos estudos com crianças em idade pré-escolar que começam não gostando de abóbora, por exemplo, mas depois de cinco a seis sessões onde esses alimentos são oferecidos repetidamente, eles acabam gostando", diz a pesquisadora. "No geral, com base em todos os estudos que revisamos, nossa recomendação mais forte aos pais e cuidadores é de não desistir!"

Veja outras recomendações do estudo:

- Aproveite para introduzir os alimentos saudáveis desde o período pré-natal, durante a amamentação e nos primeiros meses, quando as crianças têm uma menor rejeição de 'coisas novas'.

- Estratégias além da exposição repetida, como recompensar a ingestão de alimentos saudáveis, podem funcionar em algumas situações, mas há algumas evidências de que essas estratégias também poderiam diluir o poder de uma exposição repetida a alimentos saudáveis. Os pesquisadores sugerem que comecem com abordagens simples, como exposição repetida, reservando outras estratégias para casos pontuais.

- Pensar em ambientes que favoreçam a escolha de alimentos saudáveis pelas crianças é fundamental. Isso deve ser incentivado dentro de casa e também na rua, com a grande oferta de restaurantes variados.

Inclua cada vez mais alimentos saudáveis em sua casa. Você encontra no shopping virtual do GO! uma variedade em produtos orgânicos, naturais e sustentáveis. Confira!

Voltar